Portuguese English Spanish
Quarta, 08 Novembro 2017 08:21

Lugares tranquilos no Brasil para viajar nas férias

Lugares tranquilos no Brasil para viajar nas férias Embratur

Quando as férias se aproximam, tem gente que começa a sentir um frio na espinha só de pensar em pegar a estrada para chegar a algum lugar qualquer lotado de pessoas que também estão de férias.

Fobia de multidão?

Pode não parecer exagero, considerando a alta frequência especialmente de cidades praianas durante o verão.

Sem contar que a ideia de ter que se estapear com outra pessoa pra esticar uma canga na areia parece mesmo apavorante.

Seja lá qual for o seu motivo para evitar lugares cheios durante as férias, o importante é que, aqui, você vai encontrar lugares tranquilos para viajar. 

 

 

Ouro Preto

Ouro Preto é ideal para quem, embora queira tranquilidade, esteja a fim de uma programação cultural e do contato com a natureza.

A cidade, a primeira brasileira a ser considerada um Patrimônio Cultural pela Unesco, em 1980, tem diversos atrativos para férias sossegadas, porém, repletas de atividades para todos os dias.

O Centro Histórico é a principal atração cultural da cidade. As ladeiras de paralelepípedos nos levam a uma viagem no tempo, entre Igrejas famosas, como a de Nossa Senhora do Pilar e a Igreja Nossa Senhora do Rosário, um marco do ciclo barroco em Minas Gerais, lojinhas que vendem pedras preciosas, a Praça Tiradentes, o Museu da Inconfidência e o Museu do Oratório.

Para ver tudo isso do alto, vale a pena subir até o Mirante do Morro São Sebastião.

Saindo um pouco da cidade, você vai encontrar, indo para Mariana, o Parque Estadual do Itacolomi que tem como principal símbolo o Pico do Itacolomi com 1.772 metros de altitude.

 

Onde ficar em Ouro Preto – Pousada do Ouvidor

A Pousada do Ouvidor fica no centro histórico da cidade, ao lado da Igreja de Nossa Senhora da Conceição e da Ponte de Marília.

Todos os apartamentos foram equipados com TV, frigobar e banheiro privativo e, de alguns deles, é possível ter uma bela vista da cidade.

 

Serra Negra

No interior de São Paulo, a aproximadamente 140 km da capital, Serra Negra, além de tranquila, é considerada Cidade Saúde por suas fontes de águas minerais com propriedades terapêuticas.

Uma visita à cidade, que é parte do Circuito das Águas Paulistas, pode ser considerada, portanto, como um tratamento para o corpo – ótimo para quem deseja relaxar durante as férias!

Além de aproveitar a estadia na cidade para se hidratar com as poderosas águas, existem muitas outras coisas pra fazer por lá.

A cidade também é conhecida pelo comércio de artigos e roupas de couro, o que já garante aquelas comprinhas essenciais de férias. O turismo por fazendas é outro atrativo da região e, durante um passeio, você irá passar por trilhas, rios e cachoeiras.

Na cidade, um teleférico com 1.500 metros de comprimento que leva ao mirante do Cristo Redentor é a grande sensação. Outro ponto literalmente alto que vale a pena subir, acessível de carro, é o Mirante Alto da Serra. Do alto da montanha de 1.310 metros, dá pra ver mais de 10 cidades da região e até praticar voo livre!

Duas dicas gastronômicas para colocar no roteiro: o restaurante Sr. Bacalhau, especializado em comida portuguesa, e provar os cafés especiais da região, encontrados em diversas cafeterias da cidade.

 

Onde ficar em Serra Negra – Pousada Shangri-la

A pousada Shangri-la está no meio das montanhas. Em uma área de 30.000 m², estão distribuídos suítes e chalés com varandas e lareiras.

A mesma água saudável que faz a fama da cidade cai diretamente da torneira do hotel e pode ser consumida sem problemas.

Em todos os ambientes do hotel, você vai ouvir músicas relaxantes, seja durante o café da manhã, na piscina ou à noite no restaurante.

Aproveite para fazer um tratamento no espaço Zen e para fazer muito “nadismo” nos gazebos e redes espalhados pelos cantos da pousada.

 

Pirenópolis

A combinação entre sossego e um paraíso natural com condições ideais para a prática de esportes de aventura destaca Pirenópolis na nossa lista.

A cidade no interior de Goiás é cercada de rios, cachoeiras, matas e morros, ideais para fazer trilhas.

Se você é fã de montanhismo, rapel em cachoeiras, arvorismo, cavalgadas e rafting, então, não precisa pensar duas vezes para colocar Pirenópolis nos seus destinos das férias de Janeiro.

Turismo de aventura também combina com longas horas de descanso. O centro histórico da cidade pode ser incluído na parte relaxante do roteiro.

O local é patrimônio histórico e tem casarões do século XVIII, museus e igrejas.

 

Onde ficar em Pirenópolis – Pousada Flores do Cerrado

Em um ponto estratégico, entre o centro histórico e a rota das cachoeiras, a Pousada Flores do Cerrado é um convite para relaxar nas redes ou na piscina.

Lá, você vai, sem dúvida, repor energias para aproveitar as atividades na natureza em Pirenópolis.

Você também vai encontrar: café da manhã, chá da tarde e Wi-Fi gratuito.

  

Guaramiranga

Enquanto todo mundo está atrás das praias nordestinas em Janeiro, você quer fugir para o interior, de preferência, para um lugar bem acima do nível do mar.

Guaramiranga, a 110 km de Fortaleza, é a resposta. Sim, no Ceará, no alto da serra, com montanhas que chegam a mais de 1.000 de altitude.

A pequena cidade do interior tem todo aquele pacote que você espera ver em uma cidade de serra: temperaturas amenas, um centro com uma bela igreja matriz em um ponto alto da cidade e muitos atrativos naturais.

Rios, cachoeiras, mirantes e trilhas ecológicas vão ser os seus principais compromissos durante as férias em Guaramiranga.

Uma dica é o Parque das Trilhas, de onde partem diversos percursos de caminhadas pela Mata Atlântica. No parque, também é possível fazer tirolesa, rapel e andar de caiaque.

 

Onde ficar em Guaramiranga – Hotel Vale das Nuvens

O Vale das Nuvens fica no topo de uma montanha e é um hotel que valoriza práticas sustentáveis, como a utilização de energia eólica.

Dentro da área do hotel, existem trilhas que variam de duração entre 5 minutos e 3 horas.

O café da manhã é bastante generoso e traz uma variedade de frutas, tortas, bolos, pães, tapiocas e muito mais.

 

São Thomé das Letras

São Thomé das Letras está a 1.444 metros acima do nível do mar, no pico de uma montanha de pedra na Serra da Mantiqueira, e é uma das cidades mais altas do Brasil.

A pacata cidade no interior de Minas Gerais é cheia de histórias e lendas típicas de cidades pequenas e que proporcionam ainda mais curiosidades para os visitantes.

Se você estiver de férias por lá e der de cara com um extraterrestre, isso jamais irá surpreender um morador de São Thomé das Letras. Afinal, existem diversos relatos de São-Tomeenses que acreditam viver cercados por seres de outros planetas.

Pode acontecer também de, durante um passeio pela região, você encontrar a gruta que leva à Machu Picchu, no Peru. Não seria maravilhoso?

São essas histórias, junto a toda beleza natural, que fazem de São Thomé das Letras um lugar inesquecível.

As ruazinhas, caracterizadas pelas casas e igrejas revestidas de quartzito, são o charme da cidade. Nos arredores, cachoeiras, lagos e grutas completam o conjunto dos atrativos locais.

Quem visita são Thomé das Letras deve obrigatoriamente conhecer o Parque Municipal Antônio Rosa. A Casa da Pirâmide, Toca da Bruxa, o Mirante e a vista 360° de toda a região fazem da visita ao parque um passeio imperdível na cidade.

 

Onde ficar em São Thomé das Letras – Pousada Árvore Centenária

A Pousada Árvore Centenária é caracterizada pelo estilo rústico. As acomodações são suítes que acomodam até cinco pessoas, todas com banheira, varanda com redes, frigobar e tv.

Como é inevitável acordar tarde com tanta calmaria, o café da manhã é servido até o meio-dia.

 

Fonte trivago 

Deixe um comentário

Receba nossas atualizações e notícas

Todos os direitos reservados Portal Cultura Alternativa. Site por Alvetti.com