Portuguese English Spanish
Segunda, 07 Agosto 2017 18:32

Com produção brasileira, artista uruguaio Andrés Deus lança disco “Chingolo”

Álbum é um lançamento da gravadora Cantores Del Mundo, que busca a aproximação de nossas raízes latinas

Cantor e compositor apaixonado pelo tango, o uruguaio Andrés Deus mira novos ares no seu novo álbum “Chingolo”, com produção musical assinada por Guilherme Marques e produção executiva de Arthus Fochi.

Os dois artistas brasileiros trouxeram ecos de novas sonoridades, buscando uma identidade única entre as culturas de nações tão próximas. 

“A música de Andrés mostra em sua cotidianidade um retrato luminoso de seu ambiente, leve como uma brisa do Rio da Prata.

É um orgulho para nós poder ajudar e construir essa história com ele na Cantores del Mundo”, conta Arthus Fochi.

 

Andrés começou a cantar ainda menino, entre os 6 e 7 anos. Aos 9, começou a participar de uma Murga, manifestação cultural muito popular no Uruguai. Objeto de suma importância do folclore nacional, a Murga é um espetáculo de mistura artística com forte influência da música lírica, unindo também teatro e dança, com realização nos bairros pelos membros da própria comunidade. O cantor e compositor participou de diversos grupos durante toda sua juventude, trazendo uma maturidade artística impressionante. Desde 2004, decidiu abraçar o tango, ritmo que sempre admirou em segredo. Era hora de compartilhar essa paixão.

 

“Essas experiências que passei nas murgas me motivaram a me envolver mais com o tango e, além disso, estudar e conhecer mais sobre ele. Desde esse momento, cantei em ônibus, nas ruas, nas feiras, nas milongas e nos teatros”, conta Andrés sobre o momento do começo de sua carreira autoral.

 

Além de tangos, milongas e temas folclóricos que marcaram “Abra”, disco de estreia do artista lançado em 2014, o novo trabalho une sons uruguaios com faixas que dialogam com nossa música, como em “Lagrimita” e “Mónica”, que se aproximam da ideia de uma estética latino-americana mais próxima à brasileira, por sua vez ainda distante do seu entorno.

 

Além das diferenças relacionadas à língua e ao modo como foi colonizado, o Brasil parece não se ver como parte da América Latina. Combater essa sensação de isolamento, de que o Brasil é uma enorme ilha no meio de países hispânicos, é uma das missões da Cantores del Mundo, selo cedido a Arthus em 2015 por Tita Parra, neta da fundadora e folclorista icônica Violeta Parra.

 

“Quando estruturamos a Cantores Del Mundo, Guilherme Marques e eu tivemos a ideia de que ele faria a direção musical dos artistas de fala hispana e eu faria a direção musical dos artistas brasileiros. Para nós seria uma forma de trazer esta mistura, consolidar uma estética e uma identidade para a gravadora, já que o Gui cursou música na UNIRIO e trabalha há mais de uma década na cena musical carioca, e eu pesquiso música latino americana desde 2007”, explica Arthus Fochi.

 

“Chingolo” já está disponível nas plataformas de música digital.

 

Ouça Chingolo:

Spotify: http://bit.ly/chigolospotify

Deezer: http://bit.ly/chingolodeezer

Google Play: http://bit.ly/chingologoogleplay

Apple Music: http://bit.ly/chingoloitunes

YouTube: http://bit.ly/chingoloyoutube

 

Mídia

Deixe um comentário

Receba nossas atualizações e notícas

Todos os direitos reservados Portal Cultura Alternativa. Site por Alvetti.com