Portuguese English Spanish
Terça, 07 Novembro 2017 08:27

Agnes Obel - Conheça esta cantora .

O novo álbum da dinamarquesa Agnes Obel aproxima-se da obra-prima

Ao conjugar elementos da pop e da folk com instrumentos clássicos, da marimba à harpa e ao violoncelo, e trabalhando as vozes - a dela, protagonista, e as secundárias, femininas em eco, masculinas em contraponto - de uma forma ímpar. 

Há um refinamento na estética de Obel, que é prima da folk medieval, mas soa a contemporânea, e foi "ensaiada" nos dois primeiros álbuns (Aventine, de 2014, e Philharmonics, de 2010).

Vai muito mais longe, porém, este Citizen of Glass, título que remete para transparência e fragilidade. 

Ao nível das letras, todo o disco assenta nesse conceito, que surge aplicado tanto às coisas belas do amor como às emoções mais negras, mas é em termos de sonoridade que a artista nórdica vedadeiramente surpreende, alinhando com mestria instrumentais de filiação minimalista, trips folk movidas a ritmo e introspecção e até canções de recorte clássico, que - dada a complexidade e o experimentalismo - nunca chegam a ser pop, mas andam lá perto. Um disco essencial. (Critica publicada no Site sábado)

 

Biografia (Baseada em informações do wikipedia)

Agnes Obel nasceu em 1980. Vivendo em Copenhague, e oriunda de uma família de músicos, Agnes Obel aprendeu a tocar piano muito cedo. A sua mãe costumava tocar Bartók e Chopin no piano.[4] Durante sua infância, Agnes Obel encontrou inspiração na obra de Jan Johansson. As canções de Johansson, melodias folk europeias elaboradas num estilo de jazz, influenciaram muito a jovem música.[5]

Frequentou o colégio no Det frie Gymnasium[6] e o curso superior na Universidade de Roskilde.[1]

Aos sete anos, Agnes Obel tocou numa pequena banda, onde habitualmente cantava e tocava baixo. O grupo apresentou-se num festival, e gravou alguns títulos.[7]

Mais tarde, com a ajuda do músico e produtor dinamarquês, Elton Theander, Obel fundou a banda Sohio, em Copenhague. Após dois anos de colaboração, Obel debutou como cantora solo, com o seu primeiro álbum, Philharmonics (2010).

O segundo album de Agnes Obel, Aventine foi lançado em 2013 pela PIAS Recordings. O album teve críticas positivas de muito músicos, ele também foi sucesso comercial ficando no top 40 das paradas em nove países.

Agnes Obel, compõe, toca, canta, grava e produz todas as suas obras.

Ela é influenciada por artistas tais como, Roy Orbison, Joni Mitchell, PJ Harvey e também pelos compositores franceses Claude Debussy, Maurice Ravel e Éric Satie.[4]

Agnes Obel, vive atualmente em Berlim.

 Site agnesobel.com/

 

Agnes Adusumilli

Editora Cultura Alternativa

Mídia

Deixe um comentário

Receba nossas atualizações e notícas

Todos os direitos reservados Portal Cultura Alternativa. Site por Alvetti.com