Portuguese English Spanish
Sexta, 10 Novembro 2017 07:40

Poesia de Paulo Leminski influenciou grandes músicos

Ele foi também romancista, critico literário e tradutor.

Leminski teve uma vida intensa.

Aos 14 anos, foi para São Paulo e aos 17 anos casou-se com a desenhista e artista plástica Neiva Maria de Sousa, com quem viveu até 1968.

Aos 18 anos, começa a participar de concursos de poesias. Na mesma época, começou a estudar Letras e Direito, mas abandonou ambos os cursos.

Em 1964, estreia com cinco poemas na revista Invenção, dirigida por Décio Pignatari, porta-voz da poesia concreta paulista.

Dois anos depois, foi classificado em primeiro lugar no Segundo Concurso Popular de Poesia Moderna de São Paulo.

Em 1968, casa com a poetisa Alice Ruiz, com quem viveu por 20 anos e teve três filhos.

Dois anos depois, volta para Curitiba, e passa a trabalhar como publicitário e professor. Em 1980, retorna a São Paulo, onde trabalhou para o jornal Folha de São Paulo e Revista Veja.

Paulo Leminski, que recebeu influência dos irmãos Augusto e Haroldo de Campos, passa a ser referência junto às novas gerações de poetas brasileiros.

Seu livro ‘Metamorfose’ foi o ganhador do Prêmio Jabuti de Poesia, em 1995.

O escritor também se dedicou a traduções. Entre obras transcritas para o português, estão textos de James Joyce, John Fante, Samuel Beckett e Yukio Mishima.

Seu trabalho agradou também a músicos importantes.

Poemas seus foram gravados por Caetano Veloso, Gilberto Gil, Guilherme Arantes e o paranaense foi parceiro dos compositores Itamar Assumpção, José Miguel Wisnik e Wally Salomão.

Paulo Leminski morreu em 1989, em consequência de cirrose hepática.

 

 Fonte radioagencianacional.ebc.

Deixe um comentário

Receba nossas atualizações e notícas

Todos os direitos reservados Portal Cultura Alternativa. Site por Alvetti.com