Portuguese English Spanish
Segunda, 30 Outubro 2017 16:14

Escritora Nena Medeiros, sempre presente e atenta, apesar de distante

Nena Medeiros - Cultura Alternativa Nena Medeiros - Cultura Alternativa

Com outras prioridades, Nena se afastou um pouco das atividades literárias, mas, promete uma volta assim que possível

Conhecemos Nena Medeiros através de Elias Daher, ex-Presidente do Sindicato de Escritores. Nesta entrevista exclusiva ela fala do seu momento, do momento atual, dos livros publicados, do site que está lançado, do site em que sua literatura é divulgada, enfim, vale a pena conferir.

 

Nena Medeiros. É um prazer te entrevistar via Whatsapp. O Cultura Alternativa (www.culturaalternativa.com.br) está honrado com esta exclusiva. Primeiro, sem copiar e colar currículos, quem é Nena Medeiros, qual tua formação profissional e qual tua formação na área da literatura?

 

Sou formada em processamento de dados, analista de sistemas nos Correios. Não tenho formação em literatura ou mesmo letras.  Aprendi o gosto pela escrita com meu pai, advogado, poeta e ator teatral. Quando mais jovem, lia muito. Também fiz teatro e três anos de faculdade de teatro.

 

Faz tempo que não vemos você. Como está sua literatura? Tem publicado livros? Tem participado de concursos? Enfim.... Vamos falar do momento atual da Nena Medeiros com a literatura.

 

A Nena está numa entressafra literária. Vinda escrevendo muito pouco: apenas um texto a cada 15 dias para um desafio literário que coordeno no Recanto das Letras. Recentemente, comecei a participar do grupo Escambanautas no face e estou participando do desafio Microcontos Escambau, onde participo com um Microconto diário.  Em ambos os casos, é dado um tema e um prazo pra publicação, mas apenas no segundo há concurso.

Quanto aos livros tenho quatro prontos para publicação.  Um de poesia, dois de crônicas e um infantil.  

Pretendia começar por um dos de crônica, Domesticálogos. Já tem até prefácio do querido amigo e mestre Roberto Klotz. Mas esbarrei na dificuldade de encontrar um ilustrador comprometido para produzir quadrinhos para alguns dos textos. Levei cano de um e bolo de outros tantos. Também recebi convite para ser jurada em mais um concurso, mas ainda não recebi os textos para avaliação.

 

E com relação a Sindicato de Escitores e Academias, o que achas e como está tua atuação nesta área?

 

Acho ótimo! Conheci pessoas incríveis capitaneando esses coletivos. Mas, igualmente, me afastei deles.  Há algum tempo fui convidada para a academia de músicas e letras de Brasília e acabei perdendo a oportunidade pelo excesso de trabalho. Tô vendo que a entrevista comigo tá ficando chata, né? Como se literatura fosse passado pra mim.  Não é.  Mas nesse momento da minha vida, resolvi priorizar outras coisas, embora nunca tenha parado totalmente de escrever.

 

E quanto ao futuro quais os projetos dentro e fora da literatura?

 

Pra o futuro? Senta aí, que a resposta é longa. Na literatura, num futuro próximo, pretendo lançar um disco infantil com meu primo músico Lula Canário, de São Paulo. Já estamos na fase de arrecadar os custos para isso. São 13 canções infantis, inspiradas nas Quatro Estações de Vivaldi e utilizam-se da trajetória de Vera, uma menina alegre e ativa, que se vê presa em casa pelo mau tempo no inverno. Um passarinho cantando em sua janela faz com que ela perceba que pode ser feliz em qualquer clima e ela inicia uma viagem de aprendizado e transformação a partir de suas percepções e sentimentos sobre os elementos que caracterizam a passagem pelas estações do ano. O objetivo é familiarizar o público infantil com a música clássica e apresentar as características das estações do ano, sua influência na vida das pessoas e animais, associando o ciclo climático às experiências e vivências humanas. Soube também que a Ed. P\atuá está aceitando originais de poesias para publicação. vou encaminhar meu livro a eles. A longo prazo, tentar eu mesma fazer as ilustrações do meu livro e lançá-lo. E lançar os demais, ao menos em meio digital. Voltar a escrever com mais frequência e produzir um romance, já começado. Num futuro distante, me aposentar e aí, ter tempo de colocar a literatura em dia, inclusive, lendo mais. Quando isso acontecer, e espero que não demore tanto, já que já tenho o tempo para o INSS pelas regras atuais, penso em migrar para uma cidade pequena, de preferência à beira mar.

 

Como podemos ler teus textos na internet? Envie o link.

 

www.nenamedeiros.com

 

Pedimos que compartilhe o link desta entrevista em todas as páginas do Facebook que administrar e em grupos de WhatsApp pedindo para todos entrarem diariamente no Cultura Alternativa, assim que for publicada enviaremos o link. E a última pergunta é, alguma coisa ficou pendente que gostarias de colocar? Muito obrigado pela exclusiva.

 

Acho que faltou falar dos meus livros já publicados: Contos Crônicos 1, Contos Crônicos 2 e Ô, Coisa Boa. Os dois últimos ainda têm exemplares impressos à venda. O primeiro está esgotado. Faltou falar também que mantenho duas colunas em jornais. Uma, às segundas, no Alô Brasília, a outra, às sextas, no Jornal de Caruaru. Este último, só digital. No mais, obrigada pela oportunidade de revisitar minha trajetória literária e me fazer perceber que preciso voltar a ela com carinho e em breve. Ah! Se puder acrescentar ali, onde eu falo do CD que estou produzindo com meu primo, nosso site - entrou no ar hoje - é www.aviagemdevera.com.br. Obrigada aos meus leitores de sempre e aos que você trouxer pela entrevista.

 

Anand Rao

Editor do Cultura Alternativa

www.culturaalternativa.com.br

 

5 comentários

Deixe um comentário

Receba nossas atualizações e notícas

Todos os direitos reservados Portal Cultura Alternativa. Site por Alvetti.com