Portuguese English Spanish
Segunda, 19 Junho 2017 15:43

Essenciais do Cinema

 Bem-vindo ao “Essenciais do Cinema”.

M – Eine Stadt sucht einen Moerder (1931)

Realizador: Fritz Lang

Protagonizado por: Peter Lorre, Ellen Windmann e Inge Landgut

 

Este é um filme que deixei propositadamente para a posição 20 da nossa lista de Essenciais do Cinema, visto definir uma quantidade de artigos desta secção que tem por objectivo promover os melhores filmes de sempre e aqueles que qualquer fã de bom cinema deve ver. “M” é o meu filme preferido, o facto de o ter deixado para esta posição demonstra o simbolismo do número e, acima de tudo, o longo caminho que esta secção ainda tem de percorrer. Após uma longa procura por um homicida e violador de crianças, o povo de uma cidade alemã cansa-se da incompetência da polícia e decide fazer justiça pelas próprias mãos, iniciando a sua própria investigação.

 

É o meu filme preferido desde a primeira vez que o vi e continua a ser, desde que o vi pela segunda vez, há uns anos. Apanhou a indústria de surpresa, com um conjunto de temáticas que, ainda hoje, são tabu e quase proibidas no grande ecrã. O filme aborda as temáticas da pedofilia, homicídio e sequestro infantil tornando-se, desde o seu lançamento, numa das relíquias cinematográficas mais polémicas de sempre. É, ainda hoje, vista de lado por muitos conhecedores e apreciadores de cinema, devido à sua insurgência e apoio à justiça social, feita pelas próprias mãos contra um assassino, pedófilo e raptor que parece ao longo do filme ser uma vítima de uma sociedade doentia, que se conforta com a revolução e o ataque civil a um criminoso já de si extremamente doente.

 

Apesar da polémica “M” é um dos filmes mais influentes de todos os tempos e um dos obrigatórios do cinema mundial. Não podia ser realizado por outro realizador que não Fritz Lang, o realizador mais inovador da história do cinema que não teve receio de carimbar o seu nome numa obra que, de início, se tornou muito controversa. O filme estuda a raiz humana, sem deixar de protestar contra os males da sociedade; mais do que um filme, este Essencial é um estudo de caso sobre os problemas contemporâneos, fortemente caracterizado por excelentes desempenhos e um argumento magnífico, com emoção até ao fim, sem nunca esquecer que o drama era peça fundamental de qualquer obra alemã, numa década que estava ainda no início.

 

 

Fonte comunidadeculturaearte

Mídia

Deixe um comentário

Receba nossas atualizações e notícas

Todos os direitos reservados Portal Cultura Alternativa. Site por Alvetti.com